Mofo em hotel: Como identificar e evitar que volte a surgir

Tempo de leitura: 4 minutos

Mofo em hotel causa má impressão, sugere desleixo e, pior, provoca reações negativas dos hóspedes. Por isso, a higienização está na ordem do dia e precisa ser tratada como prioridade para combater este que é um problema sério para quem trabalha no ramo hoteleiro.

A maneira de lidar com mofo em hotel pode ser resumida em três ações:

1 – Ter uma rotina que impeça o surgimento dos agentes causadores do mofo.

2 – Saber como identificar com facilidade e rapidez quando o mofo aparece.

3 – Saber como resolver o problema com eficiência e evitar que volte a surgir novamente.

Se não executar a primeira ação, muito provavelmente o estabelecimento terá mais trabalho pela frente. Ou seja, no ramo hoteleiro também vale a máxima de que prevenir é melhor do que remediar. A conta é simples: se não tem a rotina de higienização eficiente, o hotel corre o risco de perder hóspedes e isso é prejuízo na certa. Para recuperar, o jeito será investir para resolver os problemas de limpeza e de imagem, na expectativa de trazer novos hóspedes de volta.

Mas dá para evitar tudo isso de forma muita prática e, principalmente, profissional. Basta adotar a rotina de higienização, capacitar a equipe e recorrer a soluções como o uso do gerador de ozônio. Este é um método, por causa das propriedades do gás ozônio, que tem se consagrado como um dos mais eficientes na eliminação dos micro-organismos, bactérias e fungos causadores do mofo, junto com o combate aos maus odores causados pelo uso de cigarros, por exemplo.

Agora, se não existe uma rotina de higienização, o desafio é identificar o quanto antes a presença do mofo. Mas como fazer isso?

Dicas para identificar a presença de mofo em hotel

A primeira dica é padronizar a limpeza do hotel. É importante estabelecer os procedimentos com base em boas práticas que podem ser definidas e acompanhadas pela governança do estabelecimento. Hotel não é lugar para “limpeza de aparência”. Por isso, deve-se pensar em rotinas que possam ser realizadas ações de limpeza “mais pesada” a fim de manter quartos e corredores impecáveis para receber os hóspedes.

Certamente, com a limpeza sendo realizada de forma sistemática ficará mais fácil identificar mofo em hotel. Será sempre um “ponto fora da curva” que a equipe de limpeza perceberá rapidamente. Não existe um único tipo de fungo causador do mofo, mas o incômodo que provoca é perceptível no ar com um odor ruim muito forte.

Em geral, o mofo é identificado pela coloração (mais escura ou levemente amarelada) e também apresenta uma textura felpuda. Importante neste caso é saber também as áreas mais comuns de presença do mofo em hotel. A atenção deve estar em paredes, banheiros, pias e armários.

Em cidades com clima mais úmido, a atenção deve ser redobrada. É uma condição propícia para o surgimento de mofo. Da mesma forma, deve-se estar atento também a problemas estruturais do prédio. Se encontra muito nos sites de avaliação reclamações que relacionam mofo com “hotel velho”. Este pode até nem ser o caso do seu estabelecimento, mas não deve-se descartar uma avaliação criteriosa, ao menor sinal de mofo, para verificar se não é preciso mexer na construção.

E depois de identificar a presença do mofo?

Após identificar, como medida prática para eliminar o mofo em hotel, o dono e a governanta não têm melhor opção a não ser adotar a rotina de higienização como prioridade, seguindo a primeira ação sugerida para lidar com o problema. Gastar com mão de obra especializada e investir pesado em produtos químicos costumam amenizar, mas não eliminam o problema de forma definitiva. Com o gerador de ozônio, a história é outra.

Com o gerador programado para funcionar por cerca de 20 minutos, o gás circula por todos os espaços (inclusive armários e gavetas, abertas para a aplicação) do quarto do hotel, que deve estar fechado durante o procedimento. Ao término da aplicação, janelas e porta ficam aberturas por um curto período de tempo para finalizar a higienização e eliminar também toda a dor de cabeça que o mofo em hotel pode causar.

Ficou com dúvidas? Pergunte para a Wier!


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *