Microcervejarias: Segredos na produção de marcas premiadas

Tempo de leitura: 4 minutos

Quem aprecia uma boa cerveja, com o tempo, aprende a identificar os fatores que contribuem decisivamente para a qualidade do produto. No caso daqueles que atuam no segmento cervejeiro, especialmente os de microcervejarias, experimentar uma nova cerveja é sempre uma experiência reveladora e também um desafio. É isso o que ajuda a criar parâmetros de comparação e leva a repensar e testar novidades na produção em busca de um produto ainda melhor.

Diante desta perspectiva, é sempre importante estar atento a todo o processo de produção das microcervejarias, que muitas vezes começa bem antes da mistura dos ingredientes. Às vezes, mudar um procedimento ou adicionar um novo ingrediente pode render um produto final de qualidade superior. Por isso, reunimos abaixo dicas preciosas que servem até mesmo de checklist para você que é dono ou trabalha em microcervejarias. Mais do que dicas são os segredos do sucesso de muitas das marcas premiadas em festivais e cada vez mais presentes no mercado.

Vamos lá?

Conheça seu público

Isso pode não parecer ter relação direta com a produção, mas tem. Se você deseja atingir um nicho de mercado específico, precisa atender ao gosto de um público também específico. Consegue atender a demanda para mais de um perfil de público? Caso não consiga, opte por um e foque sua produção em cervejas que vão agradar em cheio a esse futuro cliente.

Por exemplo, a maioria das cervejas artesanais têm uma imagem muito vinculada a inovação, especialmente nos sabores, na maioria das vezes com algum diferencial quase “exótico”. Mas será que não há um público mais “conservador” para ser atingido? Um público que prefira uma cerveja de qualidade, mas mais “tradicional”? Esta decisão sobre saber qual cliente atender e conhecê-lo é um passo importante para chegar a uma cerveja de sucesso.

Não tenha medo de experimentar

Não importa o tempo que você estiver no mercado cervejeiro. Com certeza já percebeu que uma das grandes características de quem atua nele é que não há receio de testar novas receitas, chegar a novos e inusitados sabores. Você pode optar pelo básico e pelo sabor mais tradicional, mas nunca perca a oportunidade experimentar.

Não ter medo de novas misturas é o que pode não só resultar num novo produto, mas também dar uma nova dinâmica para a rotina de produção. E o que ajuda muito a ter esta postura de estar sempre em busca de novidades é a participação nos muitos eventos que reúnem cervejarias de lugares e de características e objetivos muito diferentes entre si. Para quem está no segmento é uma oportunidade e tanto para descobrir novos sabores e ter insights para aplicar em sua produção.

Planejamento para os próximos passos

Planejamento é palavra-chave para quem está em um mercado dinâmico como é o cervejeiro e ainda com uma postura de estar sempre desenvolvendo novos produtos. Aprenda sempre, estude, analise cada passo e todo impacto que trará qualquer decisão referente a produto e ao lançamento de um novo rótulo.

Se já tiver um público cativo, ótimo, as chances de sucesso serão maiores. Ainda assim, cada passo precisa ser muito bem avaliado antes de ser dado. Isso porque se houver a decisão, por exemplo, de passar a produzir uma nova cerveja é importante não agir de forma que a que já está no mercado não fique relegada a segundo plano. É preciso ter equilíbrio para que todos os produtos mantenham suas rotinas de produção e sua presença de mercado sem sobressaltos de qualquer natureza.

Atenção para todo o processo

Tanto quem possui fábrica própria quanto quem terceiriza a produção não pode perder de vista a importância de acompanhar de perto todo processo. Cada etapa merece atenção e nenhum detalhe pode passar desapercebido até por causa de questões de legislação. A questão da limpeza e da sanitização é um destes pontos que não pode ficar de lado no processo nas microcervejarias. E não é exagero dizer que sem isso, todo o esforço em criar uma cerveja de qualidade corre sempre o risco de ser desperdiçado.

O gás ozônio tem despontado como um grande aliado do segmento cervejeiro justamente por contribuir diretamente na qualidade final do produto. Faz isso por meio do uso de geradores, como os desenvolvidos pela Wier, para livrar tanques de fermentação, garrafas e barris da ação de micro-organismos como bactérias, fungos e vírus, os principais vilões das cervejarias. A água quando ozonizada tem a propriedade de eliminar contaminações de micro-organismos que interferem diretamente no sabor da cerveja.

Gostou das dicas? Conte para a gente como é sua produção de cerveja! Revele seus segredos! E precisando de mais dicas sobre o uso de ozônio, fale com os especialistas da Wier.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *