A importância da higiene na produção da cerveja

Tempo de leitura: 1 minuto

Você tem noção do quão importante é a higiene na hora de fabricar uma cerveja?

O processo de produção de uma boa cerveja é composto por diversas etapas, que vão desde a escolha minuciosa dos melhores ingredientes até a formação do famoso líquido que será engarrafado ou adicionado a um barril.

Para que a mistura dos ingredientes resulte em um líquido saboroso e com qualidade, todos os recipientes e utensílios que entrarão em contato com esses ingredientes devem estar 100% higienizados, ou seja, livres de qualquer resíduo aparente e de microrganismos como bactérias e fungos.

Antes de receber o nome “cerveja”, a pessoa que fará a receita irá preparar um líquido escuro e muito doce a partir da imersão dos grãos de malte em água morna, chamado de “mosto”. Este mosto é filtrado e então temperado com lúpulo, uma flor que irá fornecer o aroma e o amargor ao produto final. Após esta fervura, o líquido é resfriado, e finalmente misturado às leveduras, organismos responsáveis pelo processo “mágico” da fermentação.

Esta fermentação, que leva de 12 a 20 dias, dependendo do tipo de receita que você deseja seguir ou criar, é o resultado da degradação do açúcar do mosto e resulta na produção do tão desejado álcool.

Se os recipientes que farão contato com o mosto antes, durante e depois da fermentação estiverem sujos e mal sanitizados, ou seja, ainda existirem bactérias e leveduras estranhas, chamadas de leveduras selvagens, a transformação bioquímica da fermentação não será completada com sucesso!

Portanto, se você ainda mantém uma má higienização dos seus fermentadores, das suas garrafas, barris, e da sua cervejaria como um todo, dificilmente irá produzir uma cerveja que agrade cada vez mais o exigente paladar dos amantes deste líquido tão apreciado nos dias atuais.

CONHEÇA OS NOSSOS GERADORES DE OZÔNIO – LINHA INDUSTRIAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *